Concretizando sonhos na vida
de cada cidadão

home logo
MauroZacher 370

Um mandado de segurança impetrado pelo vereador Mauro Zacher (PDT), garante que a sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, convocada para a manhã desta quinta-feira (12), seja realizada com a presença de público e também fala sobre a ordem dos projetos. A decisão foi do juiz de plantão Sidinei Brzuska.

Materia 8 Liminar votacao previdencia zh

A liminar assegura que a sessão legislativa ocorra de forma aberta e com acesso ao público, bem como que a ordem do dia obedeça ao que dispõe a legislação municipal quanto à prioridade das matérias a serem votadas. O início da sessão está marcado para as 9h30min.
A decisão também pede que o presidente da Casa, vereador Valter Nagelstein (MDB), adote medidas para que a sessão ocorra dentro da normalidade e civilidade. É orientado que se redobre as medidas de segurança, defina os espaços e a limitação de acordo com a capacidade do auditório.

Com base na decisão judicial, o presidente do Legislativo, que inicialmente havia decidido realizar a sessão a portas fechadas,apenas com a presença dos vereadores, servidores e imprensa, autorizou 150 pessoas a entrarem no plenário. Do lado de fora, servidores aprovaram em assembleia uma greve como forma de enfrentar os projetos em votação.

Entenda

Na tarde de quarta-feira (11), os trabalhos foram encerrados mais cedo por causa de um tumulto. Houve fechamento do plenário, confronto entre funcionários e tropa de choque da Brigada Militar, e a detenção de uma servidora. O motivo da confusão foi a inversão da pauta de votação.

Na reunião de líderes, durante a manhã, vereadores mudaram a ordem de projetos do Executivo priorizados para votação, anunciando também sessões extraordinárias até a próxima sexta-feira. Como as propostas que atingem o funcionalismo devem ser votadas antes da revisão do IPTU, servidores compareceram em peso à Câmara pela tarde. Municipários que ficaram de fora começaram a forçar a entrada, chegando a derrubar o detector de metais. Houve confronto e a Brigada Militar usou bombas de efeito moral. A sessão foi encerrada por volta das 17h.

Você está navegando em :: Notícias

Comente este conteúdo:

Redes Sociais

Redes Sociais FacebookRedes Sociais twitterRedes Sociais InstagranRedes Sociais emailRedes Sociais youtube

Ponto de Vista

Você concorda com o pagamento em dinheiro em aplicativos de transporte como Uber, Cabify e 99 POP?
  • 32 Votos
    SIM
    41.03%
  • 46 Votos
    NÃO
    58.97%
← Votar
Total 78 Votos

Pesquisa